Serviços

Constelação Familiar Sistêmica


Entendendo a Origem

"Muita gente julga que o amor tem o poder de superar tudo, que é preciso apenas amar bastante e tudo ficará bem. (...). Para que o amor dê certo, é preciso que exista alguma outra coisa ao lado dele. É necessário que haja o conhecimento e o reconhecimento de uma ordem oculta do amor. "

Bert Hellinger

Bert Hellinger, além de terapeuta é um pensador e pesquisador magnífico. Observou ao longo de 40 anos de trabalho, de maneira determinada, séria e devotada, uma série de leis ocultas que atuam sobre as pessoas, grupos, famílias e até nações.

Bert Hellinger observou essas leis através da aplicação da terapia das Constelações familiares, que ele desenvolveu ao longo desses anos. Esse processo foi cada vez mais profundo e ampliado a percepção dele sobre o funcionamento de casais, famílias, empresas, comunidades e países. Ele chegou à conclusão que todo grupo funciona como um organismo vivo que se autorregula para permitir que sobreviva ao longo do tempo.

Em cada Constelação Familiar realizada, Hellinger foi deduzindo um conhecimento sobre as leis ou "ordens" ocultas da vida. As Leis do Amor :Três leis naturais, também conhecidas como ordens do amor, que atuam nos relacionamentos humanos. A primeira lei se refere à pertinência: Todos têm o igual direito de pertencer. A segunda lei se refere ao equilíbrio entre dar e receber. A terceira lei diz que há uma hierarquia de tempo: os mais antigos vêm primeiro e na sequencia os mais novos.

Ele observava um fenômeno e dali deduzia algo que se demonstrava enquanto uma ordem básica da vida (método fenomenológico). Nenhum trabalho foi tirado da teoria para chegar à prática, mas sim ao contrário, da prática para a teoria.

Como Funciona

O cliente traz seu tema / questão com a qual deseja trabalhar, que será observado e analisado através das abordagens sistêmicas fenomenológicas, e, juntamente com a terapeuta descobrirá a verdadeira raiz dos problemas e dos conflitos concernentes ao tema. O constelador é um leitor do campo. Ele é um facilitador. A técnica envolve uma espécie de reconstrução da árvore genealógica da pessoa a partir da criação de "esculturas vivas" e da estimulação de uma representação dos envolvidos no conflito partindo da premissa de que muitas dificuldades pessoais e de relacionamento resultam de confusões no sistema familiar. Aquilo que você nem imagina vem à tona. Não é o constelador nem o constelado quem define o que será revelado no campo familiar. O método poderá ser aplicado em sessões individuais ou coletivas. No atendimento em grupo, embora as pessoas não se conheçam, cria-se uma atmosfera de confiança. O ambiente é facilitado em total respeito aos clientes e seus temas. Não há debates sobre o que se apresenta, fala-se apenas o essencial sobre o tema (sem explicações) e todos estão ali direcionados a um trabalho positivo a todos os envolvidos.

Como definir seu tema para a constelação?

O tema é definido pelo constelante (quem pretende constelar) e minha sugestão é que seja algo que esteja trazendo sofrimento para sua vida atual, algo relevante. No caso de dúvida sobre o tema, é importante conversar com o constelador (facilitador) para algum esclarecimento. Estou a disposição.